O que é agricultura orgânica e qual a sua importância em escala global


A agricultura orgânica é uma prática que tem ganhado milhares de adeptos nos últimos anos. A mudança da mentalidade da população que, a cada vez mais, procura alimentos saudáveis e que não tenham substâncias que coloquem a saúde em risco, tem feito com que muitos agricultores mudem a sua forma de produzir.


Podemos referir à agricultura orgânica como um processo produtivo totalmente comprometido com culturas naturais e produção de alimentos orgânicos visando garantir a saúde dos consumidores. Esse modo de produção focado na qualidade dos produtos assegura o fornecimento de alimentos saudáveis e mais saborosos.


A agricultura orgânica não utiliza nenhum tipo de agrotóxico ou insumo químico para o crescimento da cultura. Dessa forma, preserva-se a qualidade da água utilizada para o plantio e irrigação, não poluindo lençóis freáticos e rios e mantendo o equilíbrio do ecossistema.


A agricultura orgânica tem sido um dos temas mais abordados na atualidade quando o assunto é a produção de alimentos. Por isso, fizemos esse post apresentando tudo o que você precisa saber sobre esse método produtivo. Confira a seguir!


LEIA TAMBÉM:


O que é agricultura orgânica?

De acordo com a Associação de Agricultura Orgânica (AAO) a produção de culturas agrícolas de forma orgânica é um processo produtivo comprometido com o cultivo alimentos orgânicos e saudáveis, garantindo o bem estar e a saúde dos consumidores. Essa forma de produção utiliza as mais novas tecnologias agrícolas à disposição no mercado para garantir a qualidade dos alimentos e impedir que sejam atacados por pestes, doenças e insetos sem que seja necessário o uso de pesticidas.


O processo orgânico de produção, por não utilizar nenhum tipo de agrotóxicos, mantém a biodiversidade e reduz significativamente os impactos ambientais que possam ser causados pela plantação de uma monocultura. A agricultura orgânica faz o uso de algumas práticas para garantir a qualidade dos alimentos e diminuir os impactos ambientais, dos quais podemos destacar:

  1. O uso de adubos verdes e naturais;

  2. Adubação orgânica através da compostagem — decomposição de matéria orgânica com a finalidade de obter um material rico em húmus e diversos nutrientes;

  3. Minhococultura: uso de minhocas para a aeração do solo, geração de húmus e manejo do solo visando o ganho de produtividade;

  4. Cuidado e manejo da vegetação nativa;

  5. Uso racional da água para irrigação, evitando causar danos ao ecossistema e evitando alterações climáticas.

Quais são os fundamentos da agricultura orgânica?

Como foi abordado, o principal objetivo da agricultura orgânica é garantir a qualidade dos alimentos, assegurando a saúde dos consumidores e eliminando os impactos da produção rural. Para isso, podemos considerar que a agricultura orgânica apoia-se em quatro fundamentos ou princípios básicos, que são:


Respeito à natureza:

Essa forma de produção reconhece a dependência dos recursos naturais, por isso os preserva e cuida do ecossistema de forma a preservar o solo, os recursos naturais e até mesmo a fauna.


Diversificação de cultura:

Se preocupa com a diversificação dos alimentos cultivados, equilibrando o solo e garantindo a variedade. A agricultura orgânica leva ao desenvolvimento de culturas que são “inimigos naturais”, o que garante a sustentabilidade.


O solo é um organismo vivo: tem ciência que o solo deve ser preservado e cuidado, garantindo a presença de nutrientes e organismos vivos. Podemos dizer que o manejo do solo proporciona a constante oferta de matéria orgânica, resultando em um solo fértil e limpo.


Independência dos sistemas de produção: separa a agricultura da produção agrícola industrial.


Agricultura convencional x Agricultura orgânica

A grande diferença entre os dois tipos de cultivo é em relação ao uso de fertilizantes, pesticidas e agrotóxicos. A agricultura convencional faz o uso destes produtos visando aumentar a produtividade e a qualidade dos alimentos. Mesmo com o uso técnicas modernas e com a redução do uso desses produtos nos últimos anos, a longo prazo ainda pode-se ter algumas consequências no ecossistema e até mesmo na saúde dos seres humanos.


A agricultura orgânica visa uma produção mais artesanal e focada no meio ambiente. Tendo como principal objetivo alimentos saudáveis e sem o uso de nenhum tipo de insumo químico para a sua produção.


A agricultura orgânica ainda tem muito o que ser aperfeiçoada quando falamos em ganho de produtividade, mas é o método produtivo que mais se preocupa com o meio ambiente e com a saúde dos seres humanos, sendo assim é atualmente bastante indicado.


Entenda nesse outro post o que é Agricultura de Precisão e a sua importância.