Drones levam indústria mineradora a um novo patamar



Máquinas que superam inspeções manuais na indústria mineradora. Sim, isso já é possível graças à incorporação de novas tecnologias no mercado, voltadas para a expansão da eficiência e segurança das operações. Por meio da Deeptrack, solução desenvolvida pela Pix Force em parceria com a Eneva, drones equipados com sensores infravermelho e RGB são capazes de identificar superaquecimento em correias transportadoras responsáveis pela logística de insumos, oferecendo dados fundamentais para as equipes que atuam na manutenção.


A tecnologia da Pix Force é capaz de identificar a temperatura individual e a localização georreferenciada de cada rolo das correias transportadoras, diminuindo a necessidade de inspeções manuais que oferecem alto risco para a vida e saúde dos trabalhadores. Através de relatórios que podem ser analisados posteriormente em um local seguro, a solução possibilita a adoção da manutenção preditiva e preventiva no transporte dos insumos, evitando o superaquecimento dos rolos que podem causar incêndios e paradas inesperadas nas operações.


Entre as vantagens da Deeptrack está a facilidade de operação dos drones, que podem ser manuseados sem a necessidade de contratação de equipes especializadas. A tecnologia também possibilita a geração de relatórios históricos sobre o desempenho de cada rolete, permitindo análises minuciosas de trechos específicos. Outra vantagem da adoção dos drones está ligada à sua capacidade de superar o trabalho de monitoramento realizado por sensores, que precisam ser inseridos individualmente em cada um dos rolos, além de demandarem um número maior de técnicos para realização das inspeções.


Drones – veículos aéreos não tripulados são considerados mais versáteis do que helicópteros e aviões tripulados, além de terem um custo operacional expressivamente menor. Por sua capacidade de oferecer informações com agilidade, têm se tornado indispensáveis para mineradoras que desejam ampliar sua capacidade competitiva no mercado. 


No caso da Deeptrack, além de melhor custo benefício, os drones utilizados podem ser pilotados com a ajuda de um aplicativo de voo totalmente personalizado e focado na praticidade. As missões são realizadas de forma autônoma através de um único botão, e em caso de falha técnica ou obstáculo, a aeronave retorna para o ponto de partida de forma automática.


Setor cresce graças à incorporação de novas tecnologias

Fundamental para o crescimento do setor, a incorporação de novas tecnologias tem tornado a indústria mineradora mais competitiva, com a possibilidade de operar em ambientes mais seguros e controlados. A aplicação de soluções como a Deeptrack contribui para a abertura a novas possibilidades, já que problemas logísticos podem ser responsáveis por perdas financeiras inestimáveis.


Segundo dados do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), no primeiro semestre de 2021, o setor mineral apresentou alta de 98% no faturamento, se comparado ao mesmo período de 2020, chegando ao patamar de R$149 bilhões. O crescimento também é reflexo da incorporação de soluções disruptivas no mercado, que tem se tornado cada vez mais competitivo. Ainda de acordo com dados divulgados pelo IBRAM, a expectativa é que o setor mineral brasileiro receba investimentos de US$ 41,36 bilhões até 2025.


A atividade mineradora vem sofrendo mudanças ao longo do tempo, tendo a inovação como aspecto fundamental para seu crescimento. Através da aplicação da Inteligência Artificial (IA), gestores têm em mãos dados fundamentais para a tomada de decisões, além da remoção de trabalhadores de atividades arriscadas em ambientes hostis. A inspeção manual do transporte realizado por correias transportadoras, por exemplo, é considerada ineficiente e inviável por diferentes fatores, podendo ser realizada de maneira mais eficaz e barata através de drones.


Apesar de tradicional, o setor tem incluído novas tecnologias como estratégia para redesenhar antigas formas de trabalho. Drones equipados com câmeras que superam a visão humana são um exemplo da aplicação da visão computacional na mineração, possibilitando a captação e a análise de imagens e vídeos de forma avançada e com baixo custo. O processo, que já foi conhecido como caro e de difícil acesso, tem ganhado espaço no mercado e se estabelecido como solução completamente viável.



#visãocomputacional #InteligenciaArtificial #inovação #Drones #pixforce #deeptrack #IndustriaMineradora