CoviDesign: design e tecnologia aliados contra o Covid-19



A Pix Force e a UFRGS unindo design e tecnologia na luta contra o Covid


O projeto CoviDesign (saiba mais sobre o projeto AQUI ) nasceu dentro da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e tem como objetivo criar e projetar soluções em design para um dos grupos mais afetados pela pandemia do Covid-19: os profissionais liberais e autônomos, micro e pequenos empresários, startups e outros profissionais informais. Assim, também nasceu a ideia de aliar design e tecnologia em uma parceria com a Pix Force.


O produto escolhido foi o Pix Thermo, a solução automática da Pix Force que auxilia na triagem de indivíduos por meio da medição de temperatura corporal, e que já está ajudando a garantir a segurança de trabalhadores tanto do comércio quanto da indústria.


O projeto é coordenado pelo professor da UFRGS Gilberto Consoni e, nesta parceria com a Pix Force, a equipe foi liderada pela designer Cristiane Hahner e composta pelos alunos do curso de Design de Produto da UFRGS Isadora Wolfart Pinheiro, Guilherme Souza Purri e Ana Luísa Griebler Menezes.


O projeto

Formado por uma equipe de professores, alunos de graduação e pós-graduação, o CoviDesign é uma forma de aproximar a Universidade pública da população. De maneira totalmente voluntária, a equipe do projeto atua diretamente na criação e produção de soluções em design para os mais afetados pela pandemia.


A principal missão é ajudar profissionais que sofreram com a interrupção abrupta da rotina em função das medidas de segurança contra o Covid-19. Esses profissionais são, principalmente: liberais, autônomos, informais, micro e pequenos empresários e startups.


A visão do projeto consiste em entregar essas soluções em curtíssimo prazo para que esses profissionais possam garantir a continuidade de suas atividades durante o período de isolamento e quarentena. Por fim, este é um projeto guiado pelos valores de unir a produção de conhecimento da universidade com a produção econômica de mercado. Isso é feito ao juntar os fundamentos e técnicas do design aos empreendedores brasileiros.


O CoviDesign é baseado em três pilares principais: Marketing Digital, Negócios e Saúde. Para o primeiro, a intenção é oferecer soluções estratégicas de posicionamento digital para produtos e serviços, especialmente nas redes sociais. No pilar de Negócios, são oferecidas alternativas para processos de entrega e pagamento de produtos e serviços comercializados no meio digital. E para a Saúde, são propostas orientações de segurança em processos de produção, distribuição e recebimento de produtos e serviços. Nota-se, então, que a junção de design e tecnologia já está na essência do projeto.


Nasce uma parceria

É aí que entra a Pix Force. Mas o que poderia justificar a parceria entre uma startup de visão computacional com um projeto de design?


O Pix Thermo (saiba mais sobre o Pix Thermo AQUI)! Uma das mais recentes soluções propostas pela Pix Force no contexto da pandemia, o Pix Thermo é uma ferramenta automática e 100% segura de medição de temperatura corporal. O maior diferencial dessa solução é ser touchless, ou seja, não necessita de nenhum toque para a temperatura ser medida. Isso acontece graças aos sensores térmicos específicos que medem a temperatura através do reconhecimento facial.


Além de prover uma medição precisa em segundos, o Pix Thermo não precisa de nenhum operador, tornando a triagem de temperatura mais segura para todos. A temperatura é exibida na tela e o indivíduo pode prosseguir caso o número seja considerado adequado. Caso contrário, um alerta é emitido e uma recomendação é mostrada na tela para que o indivíduo procure atendimento médico.


Os primeiros rascunhos mostram a evolução do projeto, já que a principal característica do Pix Force é a ausência de toques em botões, telas ou comandos. Um dos maiores desafios era criar um modelo que contemplasse as mais variadas alturas, já que uma das potencialidades do Pix Thermo é a capacidade de medir a temperatura de cerca de 12 pessoas por minuto.


Por que o Pix Thermo?

Acima de tudo, o Pix Thermo é um método seguro para garantir a segurança de funcionários e colaboradores na retomada das atividades em indústrias, comércios e outros setores. É utilizado como auxílio na triagem de indivíduos nas entradas e portarias por meio da medição de temperatura. Esta é uma das recomendações oficiais do governo, como consta na Portaria Conjunta nº 20,  publicada no dia 18 de junho. Por isso, são exibidas duas mensagens na tela do aparelho, de acordo com a temperatura medida: uma autorizando o funcionário a prosseguir na entrada e uma recomendado ajuda médica, para o caso de febre.


Outro desafio era garantir que o Pix Thermo estivesse acessível, além de contemplar diferentes variações de altura. Com um design simples e intuitivo, o Pix Thermo pode ser facilmente utilizado por qualquer pessoa. Basta aproximar o rosto do sensor para que a temperatura seja tirada em segundos. Para facilitar ainda mais, uma mensagem explicativa é exibida na tela inicial, orientando o indivíduo a se aproximar do sensor. Após isso, uma silhueta de rosto é exibida para que o usuário encaixe a face, possibilitando o reconhecimento facial. Por fim, a temperatura é medida e as mensagens de autorização ou alerta são exibidas, finalizando a consulta. Todo esse processo é realizado em apenas alguns segundos.



Presente e futuro

Pensando no presente, a parceria entre a equipe do CoviDesign e a Pix Force prova que design e tecnologia são grandes aliados. Para o futuro, o design inovador e arrojado do Pix Thermo permite ainda que as demais potencialidades dessa solução sejam implementadas. Entre elas, se destacam o uso da visão computacional para identificar o uso de EPIs e máscaras; leitura de documentos de identidade e crachás em portarias; e outras soluções que utilizam visão computacional e inteligência artificial, principais áreas de expertise da Pix Force.


Outra grande vantagem do sucesso desta parceria, bem como de outras proporcionadas pelo projeto CoviDesign, é o acesso à produção da Universidade pública por parte do público geral. A democratização do conhecimento produzido pela comunidade universitária aos empreendedores é fundamental para que o ensino superior público gratuito e de qualidade seja cada vez mais reconhecido e valorizado pela população. A iniciativa representa uma harmonização entre pesquisa e mercado, além da carga de responsabilidade social com os profissionais mais impactados pela pandemia.

#InteligenciaArtificial #pixthermo #visãocomputacional